Consultoria Familiar e Parental tem como objetivo apoiar pais, crianças e adolescentes, em fases de instabilidade e conflito da vida familiar. O nosso trabalho visa criar e/ou potenciaciar um clima de harmonia e equilíbrio entre os elementos da família, sendo que o foco, será sempre o bem estar dos mais jovens.

Sabemos hoje, que o QE (quociente emocional) é mais decisivo para o sucesso que alcançamos na vida do que o QI (quociente de inteligência). As nossas emoções, a capacidade que temos para as gerir de forma eficiente e saudável, são fundamentais para o equilíbrio e sucesso, quer na escola, quer na vida em geral.

Educar de forma positiva é desenvolver na criança a capacidade de se auto-regular e se focar no que realmente interessa, permitindo-lhe um desenvolvimento emocional potenciador de aprendizagem contínua e eficiente. 

Carla Sofia Cid

Licenciada em Sociologia
Pós-graduada em Sociologia da Família
Pós-graduada em Educação e Parentalidade Positiva
Pós-graduada em Mediação Familiar
 

Formações complementares nas áreas da Gestão de Conflitos, Linguagem Positiva, Comunicação Autêntica,  entre outras.

 
 

EM QUE POSSO AJUDAR:

As crianças e adolescentes:

- Criar um espaço de reflexão onde crianças e jovens se possam sentir ouvidos.

- Promover a tomada de consciência das emoções e a capacidade de as gerir.

- Promover o auto-conhecimento e o auto-controlo.

- Desenvolver estratégias de auto-confiança e auto-estima.

- Apoiar crianças e adolescentes na aquisição de ferramentas que lhes permitam trabalhar o auto-controlo, a resiliência e a gestão das emoções.

- Apoiar na gestão de emoções perante situações de alteração de contextos familiares, como por exemplo o divórcio dos pais ou contextos de alienação parental.

Os pais:

- Criar um espaço de reflexão onde pais possam se sentir ouvidos.

- Desenvolver novas estratégias, ferramentas e competências, para reforçar a relação entre pais e filhos, com vista à parentalidade positiva.

- Apoiar os pais na aquisição de ferramentas de comunicação, que lhes permita melhorar o vínculo parental.

- Ajudar os pais a tomar decisões responsáveis e conscientes (regular a responsabilidade parental e a organização dos tempos das crianças)  face ao novo contexto relacional (divórcio).

Os casais em instância de divórcio têm assim a ajuda confidencial de uma terceira pessoa, neutra e qualificada, que os vai ajudar a resolver os seus conflitos e trabalhar para alcançar um acordo durável. Tudo isto será desenvolvido tendo sempre em conta as necessidades de todos os membros da família e em especial as das crianças, permitindo-lhes assim um desenvolvimento harmonioso que, para além de ser uma necessidade, é um direito.